Esta semana tivemos o prazer de conversar com Camila Ramos, Diretora Geral e Fundadora Clean Energy Latin America (CELA). CELA presta assessoria financeira a empresas e investidores do nos setores de energia eólica, solar fotovoltaica, bioenergia, PCH e eficiência energética. Camila é também Vice presidente de Financiamento na ABSOLAR.

#SheLeadsTheChange

  • Você pode nos dizer mais sobre Clean Energy Latin America (CELA)? 

A CELA é uma empresa de assessoria financeira e consultoría estratética no setor de energías renováveis. Ajudamos nossos clientes na transição energética, através de estudos de mercado, planejamento estratégico, modelagem financeira, captação de recursos, etc. Somos especialistas em energía eólica, energía solar fotovoltaica, bioenergía e hidrogênio verde. 

  • Qual é sua principal missão na Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR? 

Além de diretora e fundadora da CELA, sou conselheira em algumas instituições. Na ABSOLAR sou também Vice presidente de Financiamento, atuando junto a nossos associados e a instituições financeiras e investidores no fomento, melhoria das condições e criação de novos mecanismos de financiamento para o setor solar fotovoltaico do Brasil. O objetivo é fazer da energía solar a mais democrática e competitiva das fontes do país. 

  • Que outras mulheres te inspiraram em sua carreira?  

Durante minha carreira tiveram diferentes mulheres que me inspiraram em momentos específicos, desde ícones do segmento de renováveis global como a Nancy Pfund (uma das primeiras investidoras em empresas como a Tesla e a Solarcity), de renováveis do Brasil a Élbia Gannoum que está na ponta da lança do setor eólico brasileiro, até as mulheres com quem tive o prazer de trabalhar, compartilhar os sonhos e desafios, e aprender no dia a dia. Leia a entrevista #SheLeadsTheChange completa com Elbia aqui.

  • Por que você decidiu focar sua carreira em energias renováveis? 

Eu trabalho há 19 anos no setor de renováveis! Portanto desde que me formei. Comecei no setor de bioenergía, e em 2007 migrei para o setor eólico. Comecei a trabalhar também com solar em 2010, e desde sempre fui uma apaixonada pelas renováveis. Pela transformação que ela proporciona na vida das pessoas, em termos de solução sustentável para o planeta, mas também por proporcionar redução de custo na energía de pessoas e empresas ao redor do mundo. É um setor dinâmico, que se renova todo dia, e não paro de aprender – mudando o mundo ao mesmo tempo, é claro! 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.